Fotografias ajudando a divulgar ciências e democratizar o acesso às informações e ao conhecimento.

domingo, 30 de abril de 2017

Anteras

Anteras são estruturas masculinas das plantas, elas abrigam os grãos de pólen. Os polens tem metade do número cromossômico quando comparado com as demais células da planta da qual se originam, pois eles passam pelo processo de meiose durante a divisão celular, enquanto as demais células passam por mitose durante a divisão celular.

A fotografia é de Luciano Delmondes Alencar, cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada na UFSCar Campus Araras no segundo semestre de 2016.

Bico de veludo (Schistochlamys ruficapillus)

Beleza da avifauna brasileira. Ave de canto suave com hábitos de vida em grupo ativas em busca de insetos e frutas. Encontrados nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

A imagem é de Celmo Venâncio Coutinho, e foi cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, da UFSCar Campus Araras. 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Sciurus carolinensis (Gmelin, 1788)

Os esquilos pertencem a uma família de mamíferos roedores conhecida como Sciuridae, sendo um dos representantes Sciurus carolinensis, conhecido popularmente como esquilo-cinza, como o nome sugere, tem pelos predominantemente cinza. O comprimento total varia de 38-52 cm e o peso dos adultos entre 400-600 g. Podem ocupar uma cova em árvores ou um ninho de folhas e ramos, as fêmeas permanecem sozinhas quando em gestação, e no período de lactação, apresentam comportamento agressivo. De dieta Onívora, alimentam-se principalmente de nozes, castanhas, flores, frutos, sementes e outras fontes de alimentação como herbáceas e fungos. O canibalismo já foi relatado, assim como, alimentação de ossos e ovos.

A imagem é de Rodolfo Bizarria Júnior, cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada no segundo semestre de 2016 na UFSCar Campus Araras.

Primavera, Bougainvillea spp.

A Primavera, também conhecida popularmente como “Três Marias” e “Flor-de-papel” é uma planta do gênero Bougainvillea de origem brasileira muito cultivada e apreciada em todo mundo. Este arbusto pode atingir de 5 a 15 metros de comprimento sendo que as brácteas, folhas modificadas que envolvem e protegem a flor amarela, são responsáveis por conferir cores a planta.

A imagem foi cedida por Patrícia Azevedo para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada no Campus de Araras da UFSCar, no segundo semestre de 2016.

Senzala

Registro feito em uma senzala localizada dentro da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Campus Araras, Centro de Ciências Agrárias (CCA). Parte viva da história brasileira. Na época da colonização as senzalas eram utilizadas para manter os escravos negros. Tocando suas paredes, com os olhos fechados podemos ouvir os gritos e as lamentações de pessoas torturadas pelo desejo eterno de poder e riqueza de uma minoria que ainda se mantém no poder. E as senzalas são agora estados e cidades que estão presos nos grilhões da ignorância.

A imagem é de Celmo Venâncio Coutinho, cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada na UFSCar Campus Araras no segundo semestre de 2016.

Irara (Eira barbara)

Irara (Eira barbara) é um animal onívoro da família dos mustelídeos. As iraras são ativas dia e noite, mas descansam nas horas quentes do dia. São solitárias, mas podem ser vistas aos pares. Costumam deixar marcas de cheiro nos galhos por onde passam.

A imagem, de José do Egito Maracajá Jr., foi cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada na UFSCar Campus Araras no 2 semestre de 2016.

O Aragorn (Bengal)

O nome da raça remete ao nome científico usado para classificar este gato selvagem, Prionailurus bengalensis. Raça relativamente recente descendente direto do leopardo asiático. Esses felinos foram criteriosamente entrecruzados com gatos domésticos, e o resultado não foi nada menos do que espetacular. A aparência selvagem que remete a lembrança aos grande felinos está muito presente neste belíssimo e elegante gato de pelo curto, que apesar da bela aparência selvagem, reúne todas as características comportamentais dos gatos domésticos.

Imagem de Mônica Rocha Coutinho, cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada na UFSCar Campus Araras no 2 semestre de 2016.

Flor de feijão

Os feijões são plantas autógamas, isto é, realizam a autofecundação na própria flor, com taxa de fecundação cruzada em torno de 2% apenas. Isso se deve a uma estrutura chamada Quilha, que impede a exposição das estruturas masculinas e femininas, forçando-as a se polinizarem. Os insetos que conseguem "driblar" esta barreira são responsáveis pelas baixas taxas de fecundação cruzada.

A fotografia é de Lucas Lambertini Bossay, cedida para a I Exposição Fotografia & Ciências, realizada no 1 semestre de 2015 na UFSCar Campus Araras.

domingo, 23 de abril de 2017

Colibri


Beija-flor é uma ave da família Trochilidae, de tamanho pequeno e frequentemente com plumagem colorida e brilhante. O beija-flor também é conhecido como colibri, chupa-flor, pica-flor, chupa-mel. Existem aproximadamente 325 espécies no mundo. Pertence à ordem dos apodiformes. Têm asas finas e compridas. Por isso conseguem voar rapidamente. Não conseguem andar ou saltar. Suas patas têm como único objetivo se agarrarem ao ninho, muros ou penhascos. Conseguem voar em qualquer direção e têm um longo bico. Sua língua é bifurcada e comprida e é usada para tirar o néctar das flores. Todavia, os beija-flores também costumam comer moscas e formigas. A coloração da plumagem do beija-flor é causada pela iridescência na disposição das penas e da influência do nível de luz, umidade e outros fatores. Suas asas batem entre 50 a 200 vezes por segundo, dependendo da direção do voo e das condições climatológicas.

A imagem é de Estéfano Vizconde Veraszto, cedida para a II Exposição Fotografia & Ciências.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

A importância da polinização

Nos atuais ecossistemas as abelhas contribuem para a maior parcela de polinização. As diversas espécies de abelhas realizam serviços ecológicos de grande importância que são evidenciados pela preservação da vida vegetal, manutenção da biodiversidade e da variabilidade genética, sendo, além de essencial para a atividade agrícola, um fator de grande importância para a produção de frutos de melhor qualidade e de maior número de sementes.

A fotografia é de autoria de Rodolfo Bizarria Júnior e foi cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada no segundo semestre de 2016 na UFSCar Campus Araras.


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Podarcis sicula (Rafinesque, 1810)

A foto representa um macho de Podarcis sicula (do grego “ágil” e “pés”) é uma espécie pertencente à família Lacertidae. P. sicula é uma espécie de pequenos lagartos abundante em toda a Itália, inclusive penínsulas e ilhas do sul. Com cores variantes entre tons de verde e cinza-marrom, com manchas escuras e parte ventral geralmente clara, os indivíduos podem atingir de 18-26 cm. Tem hábitos diurnos e se alimentam principalmente de insetos e outros invertebrados terrestres. Os machos apresentam comportamento territorial. A espécie é estritamente protegida pela “Convenção de Berna” (Anexo II/1998) assinada em 1979 por países europeus para conservação de flora e fauna selvagens e de habitats naturais.

A fotografia é de autoria de Rodolfo Bizarria Júnior e foi cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada no segundo semestre de 2016 na UFSCar Campus Araras.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Star trail sul celestial

A foto retrata o movimento aparente das estrelas em torno do Pólo Sul celestial(localizado no centro do arco de aço), esse movimento na realidade ocorre pelo movimento de rotação da Terra. Foram usadas 150 fotografias combinadas em uma para obter o efeito de caminho das estrelas.
A imagem foi feita no Observatório a Olho Nu no CCA-UFSCar.

A fotografia é de Gustavo Eiji Ityanagui, cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada na UFSCar Campus Araras.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Nascimento

Nascimento de uma serpente corn snake albina, uma das serpentes mais criadas no mundo em cativeiro, espécie originária dos EUA , atualmente existe mais de 50 cores e diversos padrões de desenho.

A imagem é de José do Egito Maracajá Jr. e foi cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, realizada na UFSCar Campus Araras no 2 Semestre de 2016.

Pimentão (Saltator fuliginosus)


Canto apreciado. Perseguido por caçadores. Graças às novas leis de proteção pode ser encontrado com facilidade, mas ainda luta por espaço entre o desmatamento e o progresso.

Foto de Celmo Venâncio Coutinho, realizada para a ACIEPE Fotografia, Ciências e Sociedade e cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências, da UFSCar Campus Araras.

O Lago do CCA

A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em procurar novas paisagens, e sim em ter novos olhos. [Marcel Proust]

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) - Centro de Ciências Agrarias (CCA).
A foto de Mônica Rocha Coutinho, realizada durante a ACIEPE Fotografia, Ciências e Sociedade, foi cedida para a III Exposição Fotografia & Ciências da UFSCar Campus Araras.

Destaque

Lepdoptera

As borboletas pertencem à ordem Lepdoptera que possui cerca de 150.000 espécies, sendo a segunda maior ordem de insetos. Esses insetos p...

Confira os posts mais visitados